richard branson

Richard Branson e o storytelling que cria ideias e constrói marcas

Março foi o mês do storytelling na Virgin.com. Durante todo o mês, a Virgin e seu fundador Richard Branson compartilharam artigos e insights do poder do Storytelling como uma ferramenta de liderança para a construção de marcas, motivação dos colaboradores e inspiração dos consumidores. “Sempre amei histórias. Desde que comecei o curso de administração com a Student Magazine, eu tenho me fascinado pela interseção do storytelling e o empreendedorismo,” escreve Branson. “Empreendedores que fazem a diferença são, de fato, storytellers profissionais. ”

 

Richard Branson

 

Branson diz que a história da Virgin – seus altos e baixos, oportunidades e desafios – é o que atrai as pessoas aos seus produtos e serviços, assim como atrai colaboradores para se juntar a família Virgin. “Nós não seriamos nada sem a nossa história.

 

Os líderes dos quais Richard Branson credita por o inspirar são excepcionais storytellers.

 

Por exemplo, em um post Branson escreveu sobre “O inspirador Paul Polman, CEO da Uniliver. ” Polman acredita que o storytelling é a chave para engajar os colaboradores ao redor de um propósito maior. A Unilever recebe admiráveis 2 milhões de currículos por ano. Polman disse uma vez ao jornal The Guardian que a companhia é atrativa pois conta uma história sobre propósito do qual os colaboradores querem ter um papel. “Colocar o propósito no centro de tudo que a corporação faz é incrivelmente motivacional para os nossos colaboradores, ” Polman diz.

Polman lançou o “Vida Sustentável” que abrange as marcas da Unilever (Dove, Persil, Bertolli, Flora) em todos os 180 países em que a companhia atua. O propósito do plano é de cortar o impacto ambiental pela metade até o meio da próxima década. Polman utiliza histórias para promover a sua missão. De acordo com ele, “A real sacada é senti-la… não só na cabeça, mas também no coração. Fazemos muito Storytelling ao redor disso. Em todo país que visito, eu vou a consumidores e revendedores para ver o impacto dos nossos produtos, a contribuição de nossos produtos à sociedade. Pessoas se mobilizam para isso”

 

Richard Branson também credita o antigo Vice-Presidente dos Estados Unidos, Al Gore, como um líder que o inspirou.

 

Durante uma entrevista, Branson disse que Al Gore o deu uma apresentação privada sobre mudanças climáticas (um slideshow que depois se tornou o filme Uma Verdade Inconveniente). Branson fala que a primeira vez em que viu a apresentação, ficou influenciado a se tornar um “ativista para o meio-ambiente.” É fácil esquecer que Uma Verdade Inconveniente começou como uma apresentação desenvolvida através do software Apple Keynote. A apresentação foi tão atraente que convenceu um produtor a transformá-la em um documentário. Ela reflete o poder que a história tem de mudar pensamentos e criar ações. Branson fala que tudo na sua casa, geralmente termina com storytelling. Seus amigos, família ou seu time da Virgin se sentam ao redor da fogueira e contam histórias, um antigo ritual que remete a centena de milhares de anos. “Contar história é uma das melhores maneiras que temos para surgirmos com novas ideias, e também de aprendermos um sobre o outro e sobre nosso mundo,” escreve Branson. Branson diz que agora é mais fácil de ser um empreendedor ou líder de marca contador de história do que em qualquer outro tempo na história. “Graças as plataformas de tecnologia e a mídia social, existem muito mais formas de se conectar com pessoas, eu costumava depender de virar notícia e para sair nas capas para só então lançar nossas companhias e promoções. Agora, enquanto a imprensa escrita ainda é importante, tem diversos outros métodos de alcançar potenciais clientes. ”

 

Storytelling é um ótimo jeito de mostrar o seu ponto, diferenciar a sua marca, e trabalhar novas ideias. “Hoje, se você deseja o sucesso como empreendedor, você também precisa ser um storyteller, esta é uma das razões porque eu escrevo tanto. ” Você está contando histórias? Blogs, apresentações, e mídias sociais são ferramentas do século XXI para praticar um hábito que é tão velho quanto a própria civilização – contar histórias para informar, persuadir e transformar. Funciona para Richard Branson. Pode funcionar para você.

Carmine Gallo é palestrante, assessor de comunicação, autor Talk Like TED e The Storyteller’s Secret. Via Forbes

Thiago Amadigi
Thiago Amadigi
thiago@bstorytelling.com.br

Co-founder da B! e filmmaker. Star wars, vídeo game e Madonna, sempre. Tenho dificuldades para me equilibrar na cadeira do escritório. Gosto de discutir os grandes temas da vida: MasterChef, política e cinema. Nessa ordem.

No Comments

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.